Valorização do Georreferenciamento

Existem muitas variáveis que influenciam o valor do serviço de Georreferenciamento.

As principais são o custo de formação do profissional e os altos valores que envolvem a compra ou aluguel dos equipamentos. O profissional credenciado deve ter muitos anos de formação universitária e especializações complementares. O custo do Receptor GPS é o mais alto e também o mais fácil de determinar. Fica em torno de R$ 500,00 (quinhentos reais) por dia. Os softwares especializados também têm um custo elevado e estão em constante atualização.

Um fator que as pessoas não valorizam devidamente é o estudo preliminar, para verificar as particularidades jurídicas do imóvel. Podem ser necessários vários dias em consultas a confrontantes, cartórios, órgãos federais, estaduais e municipais, além de concessionárias de transporte, energia elétrica, gasodutos, etc. Isto faz toda a diferença em termos de qualidade do serviço. Georreferenciar uma propriedade rural não é simplesmente colocar um marco em cada vertice e sair medindo. É preciso ter certeza que cada marco está localizado exatamente onde deveria estar por direito. É um custo muito difícil de quantificar.

O custo do serviço de campo é muito variável, dependendo se as divisas estão em áreas de campo limpo, mata fechada ou margens de cursos d'agua. O levantamente de um quilometro de beira de rio pode custar dez vezes mais do que um quilometro em campo limpo. Normalmente o proprietário forneçe apoio logistico na limpesa das divisas, compra e distribuição dos marcos, transporte de materiais, etc.

Por todos estes motivos, percebe-se que não é possível estabelecer uma tabela de preços baseada em um valor fixo por hectare.

Não obstante, existem algumas diretrizes que podem dar uma indicação de quanto vale o georreferenciamento de sua propriedade. Apresentamos três critérios.

Critério - 1:  Site da AETESP - Associação das Empresas de Topografia do Estado de São Paulo - Menu Tabela de Preços e APEAESP - Associação dos Profissionais de Engenharia Agrimensura do Estado de São Paulo,  Abaixo segue a tabela de referência de preços elaborada pela AETESP/ APEAESP, com base na NBR 13.133, aprovada na Câmara Especializada de Engenharia de Agrimensura, do CREA-SP realizada em 2015.         

                                 Resumo da Tabela  AETESP - serviços de Georreferenciamento, de 2.015
                                                       Serviços Unidade Preço Unitário
 Item Descrição    
5.31 Levantamento planimétrico de perímetro com GPS Geodésico para áreas superiores a 500 ha    
5.31.1 método “STOP AND GO”     ha          48,00
5.31.2 método “SEMI-CINEMÁTICO-CONTÍNUO”     ha          32,00
5.32 Fornecimento e implantação de marco de concreto padrão INCRA, para georeferenciamento de imóveis rurais   marco         140,00
5.33 Estudo de documentação e contato com vizinhos para obtenção da carta de anuência , para georeferenciamento de imóveis rurais    hora         254,00

  Veja aqui a tabela completa

Critério - 2: Uma prática bastante difundida em algumas regiões do país utiliza o seguinte cálculo: multiplica-se a raiz quadrada da área georreferenciada pelo valor do salário mínimo. O conceito de cobrar  por raiz quadrada ao invés de por hectare é interessante O resultado é que quanto maior a propriedade, menor será o custo / hectare. Segundo o critério da raiz quadrada, em uma propriedade de 4,00 ha o custo seria de R$ 394,00/ha. No caso de uma propriedade com 300,00 ha, o custo cairia para R$ 45,00/ha, conforme tabela abaixo 

       Georreferenciamento - Critério Raiz Quadrada - variação do valor/ha em função tamanho da área
  Área (ha)     Raiz quadrada área           Salario Mínimo        Total do Serviço   Valor/ha
        4                  2,00                 788,00                1.576,00    394,00
      10                 3 ,16                 788,00                2.491,87    249,19
      20                 4,47                 788,00                3.524,04    176,20
      30                 5,48                 788,00                4.316,05    143,87
      40                 6,32                 788,00                4.983,75    124,59
      50                 7,07                 788,00                5.572,00    111,44
    100               10,00                 788,00                7.880,00      78,80
    150               12,25                 788,00                9.650,99      64,34
    200               14,14                 788,00             11.144,00      55,72
    300               17,32                788,00             13.648,56      45,50

 

 

Critério - 3: Tabela elaborada pela Associação dos Engenheiros Florestais da região Centro-Sul do Paraná - AEFLOR  e homologada pelo CREA-PR  com valores de 2.011. Trata-se de tabela com valores decrescentes quanto maior seja a área da propriedade.                           

  Tabela  Honorários de Georreferenciamento - CREA(PR)  - pag. 10
      Areas (ha)                  Valor R$/ha no ano de 2.011
       até 10,99           110,00/ha (valor mínimo de 600,00)
      11 a 30,99                                  100,00
      31 a 50,99                                    90,00
      51 a 100,99                                    80,00
    101 a 150,99                                    60,00
    151 a 200,99                                    50,00
   acima de 201                                    40,00

 

 

Os três critérios apresentam resultados muito semelhantes. Podem ser negociadas variações, como custo custo da raiz quadrada maior ou menor do que o salário mínimo, dependendo da dificuldade que o terreno possa apresentar.

Outro detalhe importantíssimo é que voce também precisará fazer o CAR - Cadastro Ambiental Rural. E o georreferenciamento da propriedade facilita sobremaneira a elaboração do CAR, sendo praticamente indispensável. É muito importante contratar o CAR e o Geo ao mesmo tempo, pois irá reduzir o custo dos serviços  e terá um CAR de melhor qualidade e segurança.

Cabe a você, analisando todos os fatores acima, negociar um acordo financeiro que garanta a qualidade do serviço e não simplesmente o que seja mais barato.